Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
EM BUSCA DA PAZ  (16-04-2018)
MÃOS VAZIAS  (16-04-2018)
PROCURANDO UM AMIGO?  (21-03-2018)
SUPERANDO LIMITES  (21-03-2018)
VIVER  (21-03-2018)
RAIO DE LUZ  (21-03-2018)
NÃO TEM PAZ INTERIOR?  (21-03-2018)
JESUS  (21-03-2018)
EU, O NATAL E A BÍBLIA  (21-03-2018)
MINHA META
Qual sua meta para 2.018?
Arrumar um emprego
Voltar a estudar
Passar no vestibular
Comprar uma casa
Ser pvomovido na empresa
Realizar um sonho
Nâo tenho meta ainda
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1869 votos)

ONLINE
2
Partilhe esta Página



 

 

 

 s

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


02 - LIVRO DA CAMINHADA DO POVO DE DEUS
02 - LIVRO DA CAMINHADA DO POVO DE DEUS

 

                A bíblia não caiu pronta do céu, ela surgiu da terra, da vida do povo de Deus.  Surgiu como fruto da inspiração divina e do esforço humano.

Quem escreveu foram homens e mulheres como nós.  Eles é que pegaram caneta e papel e escreveram o que estava no seu coração.  A maior parte deles não tinha consciência de estar falando ou escrevendo a Palavra de Deus.  Estavam só querendo prestar um serviço aos irmãos em nome de Deus.  Eles eram pessoas que faziam parte de uma comunidade, de um povo em formação, onde a fé em Deus e a pratica da justiça eram ou deviam ser o eixo da vida.

                Preocupados em animar esta fé e em promover esta justiça, eles falavam e argumentavam para instruir os irmãos, para criticar os abusos, para denunciar desvios, para lembrar a caminhada já feita e apontar novos rumos.  Alguns deles chegaram a escrever, eles mesmos, as suas palavras ao povo.  Outros nem sabiam escrever, só sabiam falar e animar a fé pelo seu testemunho.  As palavras destes últimos foram transmitidas oralmente, de boca em boca, durante muitos anos.  Só bem mais tarde, outras pessoas decidiram fixá-las por escrito.

                As palavras faladas ou escritas de todos estes homens e mulheres contribuíram muito para formar e organizar o povo de Deus.  Por isso, o povo delas se lembrou e por elas se interessou.  Não permitiu que caíssem no esquecimento.  Fez questão de distingui-las das palavras e das atitudes de tantos outros que em nada contribuíram para a formação do povo, nem para a animação da fé e nem para a pratica da justiça.

                Tudo isso não se fez num dia só, foi um longo processo que durou séculos.  Muita gente colaborou, o povo todo se interessou.

                Ora, a bíblia foi surgindo do esforço comunitário de toda essa gente.  Surgiu aos poucos, misturada com a historia do próprio povo de Deus.

                Resumindo, a gente pode dizer que a bíblia nasceu da vontade do povo de ser fiel a Deus e a si mesmo, nasceu da preocupação de transmitir aos outros e a nós esta mesma vontade de ser fiel.

Eles diziam: as coisas do passado aconteceram para servir de exemplo, e foram escritas para a nossa instrução, para nós que estamos vivendo neste fim dos tempos.

                A Bíblia nasceu sem nome e sem rotulo.  Só mais tarde o próprio povo descobriu ai dentro a expressão da vontade de Deus e a presença real da sua Palavra Santa.  Deus estava trabalhando e inspirando, desde o começo, mas eles o descobriram só no fim.  A gente só conhece totalmente uma flor depois que o botão se abre e que as pétalas são visíveis à luz do sol.  O botão da bíblia abriu foi na ressurreição de Jesus.

                Agora você pode perguntar: como é que um livro que surge da vida e da comunidade do povo pode ser, ao mesmo tempo, a palavra de Deus?

                Um agricultor resume a reposta nesta frase: Deus fala misturado nas coisas: os olhos humanos percebem só as coisas, mas a fé enxerga Deus que ai fala.

                A ação do Espírito de Deus pode ser comparada com a chuva: cai do alto, penetra no chão e acorda a semente que produz a planta.  A planta que assim nasce é fruto ao mesmo tempo, da chuva e do chão, do céu e da terra.  A bíblia é fruto, ao mesmo tempo, do céu e da terra, da ação gratuita de Deus e do esforço suado dos homens.  É a palavra do Deus do povo e do povo de Deus.

                A ação do espírito santo pode ser comparada com o sol: seus raios invisíveis esquentam a terra e fazem crescer as plantas debaixo para cima.  Pode ser comparada ainda com o vento que não se vê.  A bíblia é fruto do vento invisível de Deus que moveu os homens a agir, a falar ou escrever.

                Para ter uma ajuda e uma orientação na sua vontade de ser fiel a Deus e a si mesmo, o povo foi fazendo uma seleção daqueles escritos considerados por todos de grande importância para a sua vida, e que mais o ajudaram na sua caminhada.

Assim surgiu uma lista de livros ou de escritos, reconhecidos por todos como sendo a expressão da sua fé, das suas convicções, da sua historia, das suas leis, do seu culto, dos seus cantos, da sua missão.

                Lidos e relidos nas reuniões e nas celebrações do povo, os livros desta lista foram adquirindo, aos poucos, uma grande autoridade.  Eram o patrimônio sagrado do povo, porque lhe revelavam a vontade de Deus.  Daí vem a expressão ESCRITURA SAGRADA.  Eles diziam: temos para consolo os livros sagrados que estão em nossas mãos.  Eles usavam estes livros para ter força e coragem na luta.

                Usamos a palavra LISTA, eles usavam uma palavra grega e diziam CÂNON.  A palavra cânon que quer dizer lista ou norma.  Por isso, até hoje se fala dos livros canônicos para indicar os livros daquela lista.  Os livros canônicos eram a norma da fé e da vida do povo de Deus.  Ora, esta lista de livros sagrados recebeu mais tarde o nome de BIBLIA.

                Portanto a BIBLIA é o resultado de uma longa caminhada, fruto da ação de Deus que quer o bem dos homens e do esforço humano que querem conhecer e praticar a vontade de Deus.  Ou seja, a bíblia é o fruto de um mutirão prolongado do povo que procurava descobrir, praticar, escrever e transmitir aos outros e a nós a palavra de Deus presente na vida.

 

PARA REFLETIR:

 

01 – O eixo da vida deve ser a fé em Deus e a pratica da justiça.

Converse sobre esse assunto com seus amigos e procure entendê-lo melhor.

 

02 – Os escritores da bíblia queriam prestar um serviço aos irmãos em nome de Deus.  Que serviço foi esse?  Valei também para nós?

 

3 – A ação do Espirito de Deus que move alguém a escrever pode ser comparada com a chuva, com o sol e com o vento.  Procure aprofundar essas comparações.

 

04 – A bíblia é o resultado de uma longa caminhada dos homens e é fruto do amor de Deus.  É palavra de Deus e palavra dos homens.  Como você entende isso?  Comente.

 

05 – A bilbia surgiu da terra, da vida do povo de Deus.  Comente esta afirmação.