Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
EM BUSCA DA PAZ  (16-04-2018)
MÃOS VAZIAS  (16-04-2018)
PROCURANDO UM AMIGO?  (21-03-2018)
SUPERANDO LIMITES  (21-03-2018)
VIVER  (21-03-2018)
RAIO DE LUZ  (21-03-2018)
NÃO TEM PAZ INTERIOR?  (21-03-2018)
JESUS  (21-03-2018)
EU, O NATAL E A BÍBLIA  (21-03-2018)
MINHA META
Qual sua meta para 2.018?
Arrumar um emprego
Voltar a estudar
Passar no vestibular
Comprar uma casa
Ser pvomovido na empresa
Realizar um sonho
Nâo tenho meta ainda
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1870 votos)

ONLINE
2
Partilhe esta Página



 

 

 

 s

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


MSG DO DIA - Março/2018
MSG DO DIA - Março/2018

 

Neste mês de Março estaremos continuando nossas reflexões sobre as tentações de Jesus no deserto.

 

DIA 01

 

VENCENDO GIGANTES

 

O povo ficou observando, e as autoridades o ridicularizavam. "Salvou os outros", diziam; "salve-se a si mesmo, se é o Cristo de Deus, o Escolhido".  Os soldados, aproximando-se, também zombavam dele. Oferecendo-lhe vinagre, diziam: "Se você é o rei dos judeus, salve-se a si mesmo".  Um dos criminosos que ali estavam dependurados lançava-lhe insultos: "Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!”                    Lucas 23, 35-39.

Como estamos refletindo, Jesus foi tentado em todos os momentos de sua vida, inclusive quando estava na cruz.

O que queremos destacar aqui nessa reflexão é que, hoje em nossos dias, não é nada diferente, somos tentados todos os dias, inclusive dentro do nosso lar.  Quem mais estão sofrendo tentações são as famílias, pois destruindo uma família, o inimigo destrói, não apenas uma pessoa, mas um grupo de pessoas e muitas vezes uma nação inteira.

Se você der uma olhada nas reportagens, vai encontrar absurdos, como crianças na tenra idade envolvidas com entorpecentes, com criminalidade, com roubos e furtos.  Hoje encontrei um vídeo circulando nas redes sociais falando de dois garotos, um de 10 anos e outro de 15 anos já envolvidos no crime e entorpecentes.  Pior de tudo é você ver a maneira que essas crianças tratam os policiais; são desafiadores, implacáveis, até pareciam adultos.  Daí fica um ponto de interrogação: ONDE ESTÃO OS PAIS DESSAS CRIANÇAS?

            Pare um pouco, pense, reflita: você acha isso normal?  Será que podemos aceitar isso com tanta naturalidade?

Não sei o que você pensa sobre essa questão, mas na minha opinião isso é UM TAMANHO ABSURDO!  Dez anos!  Vamos refletir juntos: uma criança de dez anos deveria estar na escola, cursando o 5º anos do ensino fundamental, a antiga 4º série.  Como deveria ser a vida de uma criança nessa idade?  Provavelmente, brincando, se divertindo com os amigos, assistindo desenhos, etc., não desafiando autoridades, matando, traficando e tudo mais.

Outra pergunta fica no ar:      QUEM SÃO OS CULPADOS?  Seria um absurdo dizermos que a criança é culpada por essas atitudes, pois pela lógica, o aluno aprende o que o professor ensina, e nesse caso, provavelmente essa criança deve ter aprendido isso com seus PRÓPRIOS PAIS.  Não estou julgando, até porque não conheço bem a história, mas não tem outra lógica, pois em uma família estruturada, uma criança nessa idade estaria dentro da sua casa, com seus pais, aprendendo coisas boas, estaria na escola estudando.  OU ESTOU ERRADO?    Compartilhe a opinião de vocês, isso vai me ajudar muito.

            Vamos agora olhar o outro lado da moeda:  há quem diga que a culpa é do estado, pois o E. C. A. diz que crianças não podem trabalhar.  Será que isso procede?

CLARO QUE NÃO!  Isso é desculpa esfarrapada de pessoas que tentam justificar suas irresponsabilidades.  Está aí, a tentação destruindo famílias.

            Se você se julga ser cristão (ã), comece a rever suas atitudes; se você é solteiro (a) e pensa num relacionamento sério, não deixe de pensar nas consequências que um casamento traz consigo.  Pense nos possíveis filhos que terão, na educação desses filhos e tudo mais.  Se você já tem uma família, pense dobrado; se tem filhos, comece a rever suas atitudes dentro do lar.  NÃO DEIXE A TENTAÇÃO DERRUBAR SUA FAMÍLIA!

            Você que serve a Deus, NÃO DEIXE DE PASSAR ESSA MENSAGEM ADIANTE, vamos nos unir contra essa tentação que está acabando com nossas famílias.

            Que Deus te abençoe neste dia!

 

DIA 02

 

O BEIJO DA TRAIÇÃO

 

“E estando ele ainda a falar, surgiu uma multidão, e um dos doze, que se chamava Judas, ia adiante dela, e chegou-se a Jesus para beijá-lo. Jesus lhe disse: amigo, com um beijo trais o Filho do homem?” Lucas 22, 47-48

 

 Certamente você fica horrorizado quando lê este evangelho, pois como pode um discípulo de Jesus o trair com um beijo?  Realmente é muito triste saber do que o ser humano é capaz, mas será que isso não acontece em nossos dias também? Será que não tem muita gente traindo Jesus com um “beijo”?

É muito triste saber que a humanidade hoje em dia não tem mais respeito pelo próximo, não tem mais responsabilidade, andam se vendendo por qualquer coisa, qualquer “30 moedas de prata”.  Talvez você diga: eu não, acha que vou me vender por um valor tão irrisório!  Jamais faria isso.

Vamos então analisar uma coisa: quanto vale a sua vida?  Quanto vale a sua liberdade?  Quanto vale sua dignidade?  Quanto você vale?

            Já parou para pensar nisso?  Sua vida é muito preciosa, foi Deus quem te deu ela, mas você muitas vezes a destrói joga no lixo essa vida tão preciosa que Deus te deu.  Você muitas vezes se esquece de que Deus disse: “não mataras” e acaba matando até mesmo a pessoa a quem ama.  Talvez você diga, eu nunca peguei numa arma para matar ninguém, como posso ter matado quem amo?  Muito bem, você pode não ter matado fisicamente, mas pode ter matado com uma palavra, com um ato e assim por diante.  Quantas pessoas hoje em dia, dizem para a outra EU TE AMO, não vivo sem você, você é tudo na minha vida, mas quando surge um pequeno problema no relacionamento essa pessoa não é capaz de se sentar com a pessoa amada para ouvir o que ela tem a dizer, não é capaz de compreender que essa pessoa também é humana e está sujeita a cair no erro, mas que ela também merece uma segunda chance.  Onde estão aqueles beijos calorosos com que você conquistou essa pessoa?  Você muitas vezes mata a alegria de alguém, mata a felicidade de uma pessoa, mata a esperança de alguém, principalmente da esposa ou do marido quando chega em casa, cansado da batalha do dia e você recebe essa pessoa com cara feia, sem nenhuma consideração pelo esforço dessa pessoa, muitas vezes mata a alegria do patrão quando chega no trabalho com preguiça e faz tudo mal feito, enfim, existem muitas formas de matar.

É lamentável ver que tem pessoas que, dentro de uma comunidade religiosa matando seu companheiro de caminhada, seu irmão de fé, quando deseja ocupar o seu cargo; mata quando o dinheiro fala mais alto, a ganância o corrompe.  É triste ver isso dentro de uma igreja, onde se ensina o amor de Deus, a salvação em Cristo e o que se vive é totalmente o contrário.  ONDE ESTÁ DEUS PRA VOCÊ, MEU AMIGO?  Quem é esse deus que você serve?  Você pode estar servindo ao deus dinheiro, ao deus ganancia, ao deus sei lá o que, mas a Deus você NÃO ESTÁ SERVINDO. 

Outras vezes você mata a si mesmo quando destrói sua vida em coisas inúteis, como alcoolismo, drogas, desrespeito no transito, e muitas outras coisas.  NÃO SE ESQUEÇÃ DE QUE QUANDO VOCÊ FAZ ISSO, VOCE ESTA VENDENDO JESUS POR 30 MOEDAS DE PRATA, ASSIM COMO FEZ JUDAS ISCARIOTES e esta se vendendo também.

            Temos na bíblia um triste relato de alguém que vendeu seu direito de primogenitura por um prato de comida.  Veja o relato:

Jacó cozera um guisado; e veio Esaú do campo, e estava ele cansado; E disse Esaú a Jacó: Deixa-me, peço-te, comer desse guisado vermelho, porque estou cansado. Por isso se chamou Edom.  Então disse Jacó: Vende-me hoje a tua primogenitura.

E disse Esaú: Eis que estou a ponto de morrer; para que me servirá a primogenitura?

Então disse Jacó: Jura-me hoje. E jurou-lhe e vendeu a sua primogenitura a Jacó.

E Jacó deu pão a Esaú e o guisado de lentilhas; e ele comeu, e bebeu, e levantou-se, e saiu. Assim desprezou Esaú a sua primogenitura.  (Gênesis 25:29-34)

O caso de Jacó e Esaú reflete muito bem a situação da igreja moderna, que VENDE Jesus por míseras moedas, vende Jesus por status social, vende Jesus por uma posição melhor na comunidade em que participa, enfim, vende Jesus por coisas banais. Por ser o primogênito, Esaú tinha não só o direito e o dever de substituir seu pai Isaque na condução de sua família, mas, sobretudo, como o próximo patriarca, que era um tipo de apóstolo na construção de uma nação santa, já que ele era a autoridade máxima de Deus na terra. Seu nome seria um referencial do Deus Único e Verdadeiro e estaria no nível de seus pais Abraão e Isaque.

A referência ao Deus de Israel deveria ser ao Deus de Esaú. Mas, por causa de um PRATO DE LENTILHAS, ele entrou para a história da fé cristã como um DERROTADO. Apesar de, com lágrimas, ter tentado recuperar a bênção que, por direito, lhe seria, mesmo assim era tarde demais.

Meu amigo, meu irmão em Cristo, pare um pouco e pense, reflita: VALE A PENA FICAR TENTANDO ENGANAR-SE com um falso manto de piedade?  Vale a pena ficar falando o tempo todo de Deus, ficar o tempo todo rezando terço, ficar horas em frente o Santíssimo, vale a pena ir à igreja todo domingo comungar o corpo de Cristo e ficar tentando derrubar seu irmão de fé, de caminhada para lhe ocupar o lugar só porque isso pode lhe proporcionar algum dinheiro? Vale a pena você ficar defendendo sua igreja, dizendo que ela é a verdadeira porque nasceu de Jesus Cristo e dos apóstolos se seus membros são corruptos, seus lideres são corruptos?  A bíblia é bem clara em dizer: "Nenhum servo pode servir a dois senhores; pois odiará a um e amará ao outro, ou se dedicará a um e desprezará ao outro. Vocês não podem servir a Deus e ao Dinheiro" (Lucas 16:13).  Você já parou para pensar na seriedade dessa palavra?  Infelizmente poucos pensaram, não é mesmo?  Oxalá você seja um desses poucos.

É lamentável ver numa igreja onde se prega que Deus é o condutor, que o Espírito Santo conduz esse povo a gente ver que quem na verdade comanda essa comunidade é o DINHEIRO, quem a conduz é a ganância, o desejo de ser o maior (E chegaram a Cafarnaum. Quando ele estava em casa, perguntou-lhes: "O que vocês estavam discutindo no caminho?” Mas eles guardaram silêncio, porque no caminho haviam discutido sobre quem era o maior.  Marcos 9:33-34); assim como os apóstolos de Jesus, na igreja hoje o que domina é esse desejo de SER O MAIOR.  É triste isso, é decepcionante.  Sinceramente confesso que estou profundamente decepcionado e triste com minha comunidade por esse motivo, apesar de que não vou lá por causa de homens, mas deveríamos pelo menos ser mais humanos, mais sinceros conosco mesmo.  Eu sei que lá dentro tem muitas pessoas sinceras, verdadeiras, mas ao mesmo tempo tem muitos “JUDAS ISCARIOTES”.  Você que não vive o que ensina, que vive em função do dinheiro, não se engane, você não passa de um JUDAS ISCARIOTES.  Você que está lutando para derrubar seu irmão, seu líder para assumir o seu lugar, não se esqueça de que és um JUDAS ISCARIOTES.  Não adianta você rezar terços, rezar diante do santíssimo, participar das missas, e continuar sendo um Judas Iscariotes; VOCÊ ESTÁ PERDENDO SEU TEMPO.  Um beijo pode significar amor, mas também pode significar traição.

E ai, vai continuar “entregando” Jesus com um beijo?  Vai continuar “vendendo Jesus por 30 moedas de prata”?  Ou vai buscar a verdadeira conversão?

A decisão é sua, mas não se esqueça de que cada um colhe no futuro o que plantar no presente.  Você é livre para escolher que semente vai plantar, mas é obrigado a colher o que plantou.

            Que neste dia você possa fazer uma autorreflexão e corrigir as falhas que existem na sua vida. Nunca é tarde para recomeçar.  Agora é o momento, amanhã poderá ser tarde demais.

            Deus te abençoe neste dia.

 

DIA 03

 

LAVO MINHAS MÃOS

 

Quando Pilatos percebeu que não estava obtendo nenhum resultado, mas, pelo contrário, estava se iniciando um tumulto, mandou trazer água, lavou as mãos diante da multidão e disse: "Estou inocente do sangue deste homem; a responsabilidade é de vocês".  (Mateus 27:24)

 

- Quer ir, que vá.  Cansei de te ensinar, falar, não quer dar ouvidos, que se...  Eu lavo minhas mãos.

Certamente você já cansou de ouvir relatos como este, principalmente quando um jovem ou adolescente vai para o mundo do crime, das drogas, prostituição ou algo semelhante; é comum o pai ou a mãe dizer isso.  Mas será que realmente fizeram tudo o que era necessário mesmo?  Encontramos na Palavra de Deus o seguinte relato: Ensina à criança o caminho que ela deve seguir; mesmo quando envelhecer, dele não se há de afastar.  (Provérbios 22:6).  Será que essa passagem não vale para os nossos dias?  Ou será que a Palavra não tem credibilidade?

 

VAMOS PENSAR UM POUCO:

A maioria das pessoas que se envolvem com esse tipo de vida tem históricos de problemas na família, onde a maioria se queixa de pais separados.  Será que podemos considerar esse problema como neutro?

É muito fácil lavar as mãos da responsabilidade, é muito fácil jogar a culpa nos outros, no sistema politico, etc., mas o difícil é assumir a própria culpa, como muitos fazem.  EU LAVO MINHAS MÃOS, é o que muitos dizem, assim como Pilatos o fez diante de Jesus quando na verdade ele tinha poder para libertá-lo.  O problema é que o dinheiro falou mais alto, o status falou mais alto, e certamente ele não queria perder sua posição social diante de Cesar.  Com esse gesto covarde ele se safa da responsabilidade de fazer esse julgamento falsificado e deixa a responsabilidade nas mãos da multidão.  Isso é exatamente o que acontece hoje em dia, quando alguém procura jogar a culpa de tudo o que acontece nas mãos de outros, como, por exemplo, dizer que a culpa da decadência social é problema do sistema politico, dizer que a degradação da fé cristã é culpa dos lideres religiosos, e assim por diante.

DE QUEM É A CULPA?

Seria muito fácil procurar um culpado para tudo o que acontece de errado, mas muitas vezes, o culpado pode ser a mesma pessoa que se coloca no lugar de VÍTIMA.  Se a sociedade está um caos a culpa não é somente do sistema politico ou do sistema religioso, ELA PODE SER SUA TAMBÉM.  Ninguém é uma ilha, todos nasceram em uma família, cresceram em uma família, foi ali que deram os primeiros passos, foi nessa família que essa pessoa aprendeu a caminhar com suas próprias pernas.

No caso de uma pessoa que se torna um delinquente, por exemplo, nem sempre a culpa é toda dela, pois cada pessoa reflete aquilo que aprendeu na sua infância.  Dificilmente uma pessoa que cresceu numa família acolhedora, onde recebeu carinho e amor dos seus pais vai se desviar do bom caminho, mas o que mais vemos hoje em dia são filhos abandonados porque a família se quebrou, dai esse filho fica com o pai ou com a mãe, isso quando não fica na responsabilidade de outro membro da família.

Dai você pode me questionar, dizendo que essa criança está sendo bem cuidada, recebendo todo o que precisa para se formar, mas não se esqueça de que EDUCAÇÃO VEM DO BERÇO, vem do lar, apesar de ela receber amor e carinho de outras pessoas, o exemplo dos seus pais vai ser o que ela vai seguir no futuro.  O testemunho sempre fala mais alto que multidões de palavras.  Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Mateus 7:21.

         É lamentável ouvir pessoas dizendo que esperam uma sociedade melhor quando o seu testemunho não condiz com isso.  São pais irresponsáveis que colocam filho no mundo e abandonam, são famílias irresponsáveis que se separam por motivos banais e se esquecem de suas covardes atitudes vão refletir na sociedade do amanhã.  Tais pessoas deveriam estar felizes com a sociedade que tem, pois foi isso que semearam.  Não se deixem enganar: de Deus não se zomba. Pois o que o homem semear, isso também colherá.  (Gálatas 6:7)

         Outro fato lamentável é ver pessoas preocupadas com acontecimentos no mundo moderno, como vimos dias atrás uma manifestação da associação PARADA GAY, fato que deu grande comentário nas redes sociais.  Que hipocrisia!  Quem protesta acaba fazendo com que o evento ganhe força e atinja seu objetivo, que é nada mais que SE APARECER.  Se as pessoas dessem menos importância para esses acontecimentos eles acabariam perdendo sua força e chegaria a lugar nenhum.

Outros se preocupam tanto com as igrejas cristãs, com os seus ensinamentos, que muitas vezes realmente são abusivos que acabam deixando de lado os ensinamentos de Jesus, que é: Busquem, pois, em primeiro lugar o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas lhes serão acrescentadas.  (Mateus 6:33).  SERÁ QUE TAIS PESSOAS ESTÃO BUSCANDO O REINO DE DEUS EM PRIMEIRO LUGAR NA SUA VIDA OU ESTÃO MAIS PREOCUPADOS COM O QUE OS OUTROS ESTÃO FAZENDO?

         Lavar as mãos foi o maior ato covarde que Pilatos cometeu em sua vida, mas também é o maior ato covarde que muitos estão praticando nos dias atuais.  EU LAVO MINHAS MÃOS QUANDO:

- Me sinto no direito de julgar um filho que se desviou do caminho.

- Quando abandono um filho e espero ver uma sociedade melhor.

- Quando não tenho responsabilidade no casamento, optando pelo divorcio sem pensar na vida dos filhos.

- Quando julgo as autoridades pelo mal que está assolando a sociedade, pois estou apenas colhendo o que plantei um dia.

         Pare e pense um pouco melhor nas suas atitudes, comece a mudar seu modo de pensar, de viver, de agir e comece a passar isso adiante.  Mostre para a sociedade que tudo pode ser melhor se cada UM FIZER SUA PARTE.  Não espere que os poderes políticos façam por você aquilo que você mesmo pode fazer.

         Um novo mandamento lhes dou: Amem-se uns aos outros. Como eu os amei vocês devem amar-se uns aos outros.  Com isso todos saberão que vocês são meus discípulos, se vocês se amarem uns aos outros.  (João 13:34,35).  Eis ai o ensinamento de Jesus que muitos se esqueceram, e ao invés de pregarem o amor ao próximo, LAVAM AS MÃOS dessa responsabilidade.

Que Deus te abençoe neste dia!

 

DIA 04

 

DIA DE VITÓRIA

 

Houve um homem de Ramataim-Zofim, da montanha de Efraim, cujo nome era Elcana,...  E este tinha duas mulheres: o nome de uma era Ana, e o da outra Penina. E Penina tinha filhos, porém Ana não os tinha.  Subia, pois, este homem, da sua cidade, de ano em ano, a adorar e a sacrificar ao Senhor dos Exércitos em Siló; e estavam ali os sacerdotes do Senhor, Hofni e Finéias, os dois filhos de Eli.  E sucedeu que no dia em que Elcana sacrificava, dava ele porções a Penina, sua mulher, e a todos os seus filhos, e a todas as suas filhas.  Porém a Ana dava uma parte excelente; porque amava a Ana, embora o Senhor lhe tivesse cerrado a madre.  E a sua rival excessivamente a provocava, para irritá-la; porque o Senhor lhe tinha cerrado a madre.  E assim fazia ele de ano em ano. Sempre que Ana subia à casa do Senhor, a outra a irritava; por isso chorava, e não comia.  Então Elcana, seu marido, lhe disse: Ana, por que choras? E por que não comes? E por que está mal o teu coração? Não te sou eu melhor do que dez filhos?  Então Ana se levantou depois que comeram e beberam em Siló; e Eli, sacerdote, estava assentado numa cadeira, junto a um pilar do templo do Senhor.  Ela, pois, com amargura de alma, orou ao Senhor, e chorou abundantemente.
E fez um voto, dizendo: Senhor dos Exércitos! Se benignamente atentares para a aflição da tua serva, e de mim te lembrares, e da tua serva não te esqueceres, mas à tua serva deres um filho homem, ao Senhor o darei todos os dias da sua vida, e sobre a sua cabeça não passará navalha.  E sucedeu que, perseverando ela em orar perante o Senhor, Eli observou a sua boca.  Porquanto Ana no seu coração falava; só se moviam os seus lábios, porém não se ouvia a sua voz; pelo que Eli a teve por embriagada.
E disse-lhe Eli: Até quando estarás tu embriagada? Aparta de ti o teu vinho.
Porém Ana respondeu: Não, senhor meu, eu sou uma mulher atribulada de espírito; nem vinho nem bebida forte têm bebido; porém tenho derramado a minha alma perante o SENHOR.  Não tenhas, pois, a tua serva por filha de Belial; porque da multidão dos meus cuidados e do meu desgosto tenho falado até agora.  Então respondeu Eli: Vai em paz; e o Deus de Israel te conceda a petição que lhe fizeste.  (1 Samuel 1:1-17)

 

Neste momento você pode estar, assim como Ana, sofrendo zombaria dos seus inimigos porque aparentemente Deus se esqueceu de você, não te deu aquela vitória que você tanto almejou.  Ana era uma mulher estéril, e por não ter filhos era desprezada pela sociedade, pois filho naquele tempo era uma benção, e uma mulher sem filhos era considerada uma pecadora, esquecida por Deus, foi o caso de Ana.  Ela era muito amada por seu marido, mas isso não era o suficiente para que ela se sentisse bem consigo mesmo, sua “rival” zombava, e com isso ela ficava irritada.  Certamente você também já passou por isso: “você não vale nada, não consegue nada na vida, é um miserável, é um burro, nunca vai ser alguém na vida.”.  Não é isso que os inimigos dizem quando você não alcança a mesma posição social que eles?  Pois era o que acontecia com Ana.

Você pode ter chorado amargamente, mas não se esqueça de que Deus não o abandonou, no momento certo ele vai te dar aquela vitória que você tanto busca na sua vida.  Hoje pode ser o dia da sua vitória, não desanime, confie no Senhor.  Vamos orar juntos:

Senhor, tanto tenho te buscado, mas até agora não chegou àquela vitória de que tanto preciso.  Sou humilhado pelos meus inimigos, já não posso suportar mais essa humilhação, por isso venho até ti para te pedir que me atendas segundo a sua misericórdia.  Eu confio em ti Senhor, toma-me nas tuas mãos e me fortaleça, aumenta a minha fé para que eu acredite em ti.

Faça em mim a tua vontade Senhor, me  dê um dia de paz e vitórias, em nome de JESUS.  Amem.

 

DIA 05

 

MARCHEM!

 

         Ao aproximar-se o faraó, os israelitas olharam e avistaram os egípcios que marchavam na direção deles. E, aterrorizados, clamaram ao Senhor.  Disseram a Moisés: "Foi por falta de túmulos no Egito que você nos trouxe para morrermos no deserto? O que você fez conosco, tirando-nos de lá?  Já não lhe tínhamos dito no Egito: Deixe-nos em paz! Seremos escravos dos egípcios! Antes ser escravos dos egípcios do que morrer no deserto! "  Moisés respondeu ao povo: "Não tenham medo. Fiquem firmes e vejam o livramento que o Senhor lhes trará hoje, porque vocês nunca mais verão os egípcios que hoje veem.  O Senhor lutará por vocês; tão somente      acalmem-se".  Disse então o Senhor a Moisés: “Por que você está clamando a mim”? Diga aos israelitas que sigam avante.     Êxodo 14:10-15

        Imagine esta cena: o povo diante do mar, um exército inimigo vindo em sua direção, aos redores enormes montanhas.  O que fazer?

Uma grande multidão de escravos fugindo do inimigo com animais, crianças, pessoas idosas e além do mais, carregando cargas.  Atravessar o mar seria impossível, subir as montanhas pior ainda, seria a morte naquele momento? Foi isso o que o povo pensou.

         Muitas vezes nós também nos sentimos como aquele povo, cercado pelo inimigo, por um imenso “mar” à nossa frente e “montanhas” ao nosso redor.  Pior, um “inimigo” feroz vindo em nossa direção.

Um mar de problemas, de discórdias no lar, no trabalho, montanhas de indecisões ao nosso redor, montanhas de falta de iniciativas, e o grande inimigo chamado passado que nos acompanha todos os dias, minando nossas forças e fazendo que nos sintamos fracos e incapazes de avançar.

É nesse momento que Deus aparece e nos diz: SIGA AVANTE.  Hum! Seguir avante como?  E esse mar, essas montanhas intransponíveis, esse inimigo querendo feroz querendo atacar?

É ISSO QUE VOCÊ ESTÁ SENTINDO NESSE MOMENTO?  Foi exatamente isso que o povo sentiu naquele momento crucial, mas Deus ordenou que seguissem avante.

         Meu amigo, meu irmão em Cristo, o mar pode ser profundo, mas não é mais profundo que o amor de Deus por você; o inimigo pode ser tão feroz, mas não é mais forte que o amor que levou Jesus a se entregar na cruz por você; as montanhas podem ser intransponíveis, mas o poder da fé poderá removê-las.  O senhor quer te libertar hoje, quer abrir o “mar” para você atravessar rumo à gloria.  Está você disposto a “tocar” nesse mar hoje para que ele se abra?  Que Deus te abençoe e te fortaleça.

         Ore conosco neste momento:

Senhor, me fortaleça para acreditar na sua palavra neste dia, para que eu possa tocar nesse mar e atravessá-lo a pé enxuto.  Peço isso em nome de Jesus.  AMEM.

         Que você tenha uma abençoada semana na paz do Senhor!