Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
TIRAI A PEDRA  (12-02-2018)
CANTINHO DA ORAÇÃO  (10-02-2018)
ORAI SEM CESSAR  (05-02-2018)
CANTINHO DA POESIA  (03-02-2018)
JESUS  (02-02-2018)
MINHA META
Qual sua meta para 2.018?
Arrumar um emprego
Voltar a estudar
Passar no vestibular
Comprar uma casa
Ser pvomovido na empresa
Realizar um sonho
Nâo tenho meta ainda
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1790 votos)

ONLINE
2
Partilhe esta Página



 

 

 

 s

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


VINAGRE NÃO APANHA MOSCAS
VINAGRE NÃO APANHA MOSCAS

COMO TRATAR AS PESSOAS

 

E quando o Senhor entendeu que os fariseus tinham ouvido que Jesus fazia e batizava mais discípulos do que João  (Ainda que Jesus mesmo não batizava, mas os seus discípulos),

Deixou a Judéia, e foi outra vez para a Galiléia.                                                                

E era-lhe necessário passar por Samaria.  Foi, pois, a uma cidade de Samaria, chamada Sicar, junto da herdade que Jacó tinha dado a seu filho José.  E estava ali a fonte de Jacó. Jesus, pois, cansado do caminho, assentou-se assim junto da fonte. Era isto quase à hora sexta.  Veio uma mulher de Samaria tirar água. Disse-lhe Jesus: Dá-me de beber.
Porque os seus discípulos tinham ido à cidade comprar comida.

Disse-lhe, pois, a mulher samaritana: Como, sendo tu judeu, me pedes de beber a mim, que sou mulher samaritana? (porque os judeus não se comunicam com os samaritanos).
Jesus respondeu, e disse-lhe: Se tu conheceras o dom de Deus, e quem é o que te diz: Dá-me de beber, tu lhe pedirias, e ele te daria água viva.  Disse-lhe a mulher: Senhor, tu não tens com que a tirar, e o poço é fundo; onde, pois, tens a água viva?
És tu maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu o poço, bebendo ele próprio dele, e os seus filhos, e o seu gado?  Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.
Disse-lhe a mulher: Senhor dá-me dessa água, para que não mais tenha sede, e não venha aqui tirá-la.  Disse-lhe Jesus: Vai, chama o teu marido, e vem cá.
A mulher respondeu, e disse: Não tenho marido. Disse-lhe Jesus: Disseste bem: Não tenho marido;

Porque tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu marido; isto disseste com verdade.  Disse-lhe a mulher: Senhor, vejo que és profeta.  Nossos pais adoraram neste monte, e vós dizeis que é em Jerusalém o lugar onde se deve adorar.
Disse-lhe Jesus: Mulher, crê-me que a hora vem, em que nem neste monte nem em Jerusalém adorareis o Pai.

Vós adorais o que não sabeis; nós adoramos o que sabemos porque a salvação vem dos judeus.
Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem.
Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.
A mulher disse-lhe: Eu sei que o Messias (que se chama o Cristo) vem; quando ele vier, nos anunciará tudo.  Jesus disse-lhe: Eu o sou, eu que falo contigo.  E nisto vieram os seus discípulos, e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher; todavia nenhum lhe disse: Que perguntas? ou: Por que falas com ela?  Deixou, pois, a mulher o seu cântaro, e foi à cidade, e disse àqueles homens:  Vinde, vede um homem que me disse tudo quanto tenho feito. Porventura não é este o Cristo?  Saíram, pois, da cidade, e foram ter com ele.  E entretanto os seus discípulos lhe rogaram, dizendo: Rabi, come.
Ele, porém, lhes disse: Uma comida tenho para comer, que vós não conheceis.
Então os discípulos diziam uns aos outros: Trouxe-lhe, porventura, alguém algo de comer?
Jesus disse-lhes: A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou, e realizar a sua obra.  Não dizeis vós que ainda há quatro meses até que venha a ceifa? Eis que eu vos digo: Levantai os vossos olhos, e vede as terras, que já estão brancas para a ceifa.
E o que ceifa recebe galardão, e ajunta fruto para a vida eterna; para que, assim o que semeia como o que ceifa, ambos se regozijem.  Porque nisto é verdadeiro o ditado, que um é o que semeia, e outro o que ceifa.  Eu vos enviei a ceifar onde vós não trabalhastes; outros trabalharam, e vós entrastes no seu trabalho.  E muitos dos samaritanos daquela cidade creram nele, pela palavra da mulher, que testificou: Disse-me tudo quanto tenho feito.  Indo, pois, ter com ele os samaritanos, rogaram-lhe que ficasse com eles; e ficou ali dois dias.  E muitos mais creram nele, por causa da sua palavra 
João 4:1-41

            Analise esta conversa e veja onde esta o erro:

            - Veja bem Marcão, você está muito precipitado, nem conhece a garota e já acha que esta com tudo.  Cuidado, vai se decepcionar de novo.  Mas tudo bem, se houver alguma decepção tenha certeza de que estou aqui para te ajudar.

            - Eu entendo Pedrão, mas fique frio, eu não vou mais ficar malhando ferro frio, eu já estou acordado pra vida.

            - Mas Marcão, eu não disse que você esta dormindo, seu panaca.

            - Panaca é sua...             

            Veja bem que o que deveria ser apenas uma conversa de amigos se tornou numa discussão com ofensas, tudo por causa de uma palavra errada no momento errado.  Será que numa dessa Pedro conseguiu ganhar a atenção de Marcos?  Será que realmente ele vai conseguir ajudar o amigo a não entrar numa fria?

É muito difícil você conseguir ajudar alguém sem lhe conquistar a atenção, pois essa pessoa não vai conseguir lhe dizer tudo o que lhe acontece, pois sabe que vai ser espinafrada toda vez que te procurar.   Para conseguir conquistar a atenção de alguém você precisa saber como lidar com situações embaraçosas como esta.  Primeiro passo, vamos analisar onde estão as falhas:

1º falha –

Veja a maneira que Pedro coloca a questão para o amigo: Veja bem Marcão, você está muito precipitado, nem conhece a garota e já acha que esta com tudo...

Pedro não está errado em se preocupar com o amigo, mas ele poderia ter colocado a questão de uma forma mais suave, uma maneira a não dar margem para a discussão, pois quando você age com muita autoridade, dá margem para a discussão, pois a outra pessoa pode se sentir ofendida com isso.  Vamos ver como Pedro poderia ter colocado a mesma coisa de uma forma mais suave, uma forma que não daria margem para discussão:

            - Veja bem Marcão, você sabe o quanto eu me preocupo com você, e sei que é muito duro ser enganado por alguém, por isso estou muito preocupado com sua situação.  Você não acha que deveria conhecer melhor a garota antes de assumir um compromisso?  Eu digo isso para que você não se decepcione, mas se porventura se decepcionar, pode ter certeza de que estarei ao seu lado para te apoiar.

Veja que aqui Pedro não dá margem para uma resposta grosseira, e com isso evita discussão e evita perder o amigo.  Se queres ser um bom missionário (a) e evitar discussões, nunca coloque suas opiniões como se fossem ordem, procure sempre deixar margem para que a outra pessoa reflita nos seus atos.  Outra coisa muito importante é você fazer com que a pessoa que você espera que te ouça se sinta importante, valorizada, pois só assim ela vai ter prazer em te ouvir.

Veja estes dois exemplos:

1)     Ana, você não pode agir dessa forma, não esta vendo que perdendo aula desse jeito você vai ser reprovada, perder o ano e ficar burra?

2)      Ana, eu vejo que você esta tendo muitas dificuldades para freqüentar as aulas, mas se você fizer um pouco de esforço agora vai ser muito recompensada no futuro.  Eu fico triste vendo você perder tanta aula assim, isso pode te causar perda do ano letivo e vai ser muito ruim para você.  Pensa no teu sonho e luta um pouco mais, vai ser muito bom pra você

            Você pode notar que no primeiro exemplo a pessoa foi bem seca e indelicada com a Ana, pois alem de agir com grande autoritarismo, julgou seus sentimentos e ainda a ofendeu com uma palavra grosseira.  Isso é muito comum acontecer quando alguém quer te impor alguma crença religiosa, a pessoa massacra a sua religião dizendo que a dele é melhor, a sua sempre é a que está errada, mas o fato mais lamentável é que essa pessoa não sabe dizer isso sem magoar seu interlocutor  por que um católico e um evangélico nunca se entende?  Justamente por isso, o católico julga o evangélico por não crer em um determinado ponto, enquanto o evangélico julga o católico por acreditar neste mesmo ponto.  E essa briga nunca acaba porque nem um nem o outro se rende, e se esquecem de que o mais importante não é o ponto em questão, e sim a pessoa que está sendo julgada.  Mas isso acontece não é só no campo religioso, é em todos os setores, tanto religioso, como social e até no meio profissional.  O pior é quando isso acontece dentro de um lar, pois divide a família; divide o casal, divide os filhos e causa a maior tragédia dentro do lar.  Pense bem, o marido falar pra sua esposa assim: “Tá vendo amor que comida salgada!  Você é uma péssima cozinheira mesmo.”  Será que ela vai ter algum incentivo para se corrigir da próxima vez?  É claro que não, ela vai se sentir inferior, incapaz, vai continuar do mesmo jeito ou até piorar.

            No segundo exemplo, vimos que a pessoa reconhece as dificuldades de Ana, se compadece do sofrimento dela e ainda a incentiva a continuar, mostrando lhe os benefícios que ela terá no futuro por esse esforço.  Aqui você percebeu que alem de não ser autoritária, a pessoa não julgou os sentimentos dela e nem a ofendeu com palavras grosseiras.  Quando você age dessa maneira, você ganha a atenção do seu interlocutor e ele passa a ter prazer em te ouvir; ainda que você seja duro com ele, lhe chame a atenção, mas usando palavras suaves ele nem vai sentir.  Isso se aplica em todos os segmentos da vida, tanto profissional, como social e até mesmo religioso.  Se por exemplo eu quero falar da igreja X para alguém da igreja Y, eu tenho que conhecer bem a doutrina da igreja Y para ter como falar com essa pessoa, caso contrario eu não vou ter o que falar e essa pessoa vai acabar me encostando na parede, e é justamente nessas horas que falta a humildade nas pessoas de se render ao invés de criar uma discussão.  Não me adianta querer fazer com que meu amigo que é da igreja Y acredite que a minha igreja X é melhor se eu não conheço qual é a crença dele.  No caso da esposa que salgou a comida, ao invés de dizer que ela é uma péssima cozinheira, seria melhor eu lhe incentivar a corrigir o erro da próxima vez, assim ela vai ficar feliz pela minha atitude e ainda vai ter o incentivo para procurar fazer melhor.

2º falha –

            Aqui podemos ver que diante de uma falha, houve ação e reação, ou seja, Pedro falou o que quis e ouviu o que não quis.  Com isso formou o atrito:

- Eu entendo Pedrão, mas fique frio, eu não vou mais ficar malhando ferro frio, eu já estou acordado pra vida.

            - Mas Marcão, eu não disse que você esta dormindo, oh panaca.

Você percebeu aqui que Marcos reagiu de uma forma até normal, mas acontece que Pedro entendeu errado.  Mas assim como na primeira falha, essa resposta poderia ter sido suavizada também, veja como ficaria:

            - Eu te entendo Pedrão, mas pode ficar tranqüilo que eu estou analisando bem a situação.  Obrigado pela preocupação.

Viu como a resposta de Marcos poderia ter sido mais suave de forma que ainda deixaria o amigo contente.  A falha de Pedro foi pagar na mesma moeda e ainda ofender o amigo.  Muitas vezes acabamos ofendendo uma pessoa até sem perceber, com palavras mal colocadas ou com atos não pensados.  Nunca pague na mesma moeda, pois a ira tira o lucro da razão.

            Mas vamos agora analisar as formas corretas de lidar com as pessoas sem magoá-las.  Vamos ver como Jesus tratou a mulher samaritana, pois ele era judeu e judeu não combinava com samaritano.

 

1º - VALORIZAR AS BOAS QUALIDADES DA OUTRA PESSOA

            Analisando a passagem bíblica em questão, vemos que Jesus pede água para uma mulher samaritana.  A questão é que, judeus e samaritanos eram dois povos inimigos, um judeu não falava com um samaritano, mas era proibido entre eles alguém negar água ao outro, e foi justamente por ai que Jesus começou a conversa.  Outro fato que merece destaque é que um homem não falava com uma mulher sozinha, por respeito, e para piorar, aquela mulher era uma excluída da sociedade, pois vivia com um homem que não era seu marido, mas Jesus viu nela uma boa qualidade: ela podia tirar a água do poço, enquanto ele estava com sede e não tinha como tirar água.  Muitas vezes julgamos as pessoas sem conhecê-las, isso nos faz afastar de pessoas que buscavam uma palavra amiga, uma palavra que lhe confortasse num momento de dor ou uma palavra que lhe transformasse a vida, mas pelo nosso preconceito ou pela nossa maneira grosseira de agir, afastamos essa pessoa e condenamo-la a viver na sua solidão ou no seu mundo de dor e angustia.  Quando alguém te procurar, procure ouvir o que essa pessoa tem pra te dizer, mesmo que ela não saiba como colocar a questão de uma forma suave, pois ela não sabe o que você tem pra lhe oferecer, não sabe como você vai reagir com ela, por isso muitas vezes essa pessoa tem o instinto agressivo no inicio da conversa, mas se você lhe tirar as pedras das mãos, vai ver que ali tem alguém precisando de conforto.

 

TIRANDO AS PEDRAS DAS MÃOS DO OUTRO

            - Bom dia Ana!  Você esta bem?

            - Bom dia Carla, to bem não.  Nada dá certo pra mim, essa droga de vida, to cansada de tanto sofrer.  Seria melhor morrer que viver essa nessa miséria.  E você, ainda ta perdendo tempo com aquela igreja?  Aquele bando de desocupados que só enganam.

            E ai, como você reagiria a essa atitude de Ana?  Você viu que ela já veio com pedradas por cima de você, espinafrando sua igreja e reclamando da vida.  Isso mostra que ela é uma pessoa revoltada com a vida e com religião, por isso se revolta contra você por você ser membro de uma igreja.  Dependendo de como você continuar a conversa ela pode se converter, mudar de vida ou pode se revoltar ainda mais e nem querer mais falar com você.  Vamos analisar dois possíveis resultados para essa conversa, primeiro vamos ver como ficaria se você reagisse a essas pedradas com outras pedradas e depois vamos analisar você desarmando ela:

            1º resultado: - Que isso Ana, você esta louca, você tem saúde, pode muito bem procurar um emprego qualquer, fica ai lamentando a vida, falando mal da igreja.  Acorda pra vida, vai, você é que é uma preguiçosa, não quer trabalhar.  Tem tanto serviço por ai, vai procurar.  E outra, vai pra igreja se libertar, você está endemoniada.

            - Olha aqui Carla, endemoniada está você, e vagabunda é quem te colocou no mundo, fique sabendo disso.  Se eu não quero o emprego que apareceu é problema meu e não seu.  Vai cuidar da sua vida que você ganha mais.

            2º resultado: - Eu te entendo Ana, mas você é uma lutadora, sempre procurou o melhor, não fique assim, você vai vencer esse momento.  Não desanime, você vai conseguir um emprego, é difícil mas não impossível.  Se você precisar de ajuda, conte comigo.

            - Tá bom Carla, eu te agradeço pela ajuda, pelo apoio.  Mas sabe, é que estou passando um momento realmente muito difícil, você sabe, as contas vencendo e eu sem emprego,...

            Viu a diferença entre o primeiro e o segundo resultado?  Quando você tira as pedras das mãos da pessoa, ela passa a confiar em você e ainda aceita a sua ajuda, alem de ficar feliz por ter encontrado um ombro amigo.

 

2º - OFERECER AQUILO QUE VOCÊ TEM DE MELHOR

            Depois de ganhar a atenção do seu interlocutor, mostre a essa pessoa que você pode lhe oferecer algo de bom, mas nunca se esqueça de ser humilde e não prometer o que não pode cumprir.  Seja o seu SIM, sim e o seu NÃO, não.

Quando Jesus pede água para a mulher, ela fica espantada por ver que um judeu lhe pede água.  Neste instante Jesus percebe que já ganhou sua atenção e lhe oferece algo muito importante:  SE TU CONHECERAS O DOM DE DEUS, E QUEM É O QUE TE DIZ: DÁ-ME DE BEBER, TU LHE PEDIRIAS, E ELE TE DARIA ÁGUA VIVA.

Aqui ele lhe oferece algo mais que bens materiais, ofereceu bens espirituais, eternos, uma alegria e uma felicidade verdadeira, que não passa, pois isso era o que ele tinha de melhor para lhe oferecer.  É um grande erro pensar que para ajudar alguém é necessário ser rico, pois tem pessoas que, muito mais que prata e ouro, precisam de uma palavra amiga, uma palavra de conforto e isso qualquer um pode dar.  Ninguém é tão pobre que não possa dar uma palavra amiga e nem tão rico que não precise dela em algum momento de sua vida.

Mas aqui tem um segredo muito importante: você tem que mostrar para a pessoa que o que você tem para lhe oferecer é melhor que o que ela já tem, caso contrario não vai fazer nenhuma diferença, ela vai apenas trocar seis por meia dúzia.  Vamos ver um exemplo:

            - E ai, João, como vai?

            - Ah Mara, to muito mal.  A vida ta muito difícil, tudo muito caro, não tem mais como sobreviver.  To desanimado da vida, sabe.

            - Eu sei João, eu também estou.  Trabalho o mês inteiro e o salário não dá pra nada.  Vivo num desanimo total, já nem penso em fazer mais nada na vida.

            - Então estamos na mesma canoa.

            E ai, o que você achou da conversa de Mara e João?  Os dois estão desanimados, os dois estão na mesma canoa.  Será que existe a possibilidade de um levantar o outro nessa situação?

Veja bem que neste caso não houve conflito, mas também não houve ajuda, os dois continuaram do mesmo jeito que estavam antes.  O importante não é você ganhar a atenção da outra pessoa, você tem que fazer a diferença.  Veja que Jesus ganhou a atenção da mulher quando lhe pediu água, mas ele não parou por ai, ele lhe ofereceu algo importante, ele fez a diferença.  Vamos reescrever essa mesma conversa de forma diferente, fazendo com que Mara seja missionária:

            - E ai João, como vai?

            - Ah Mara, to muito mal.  A vida ta muito difícil, tudo muito caro, não tem mais como sobreviver.  To desanimado da vida, sabe.

            - Eu te entendo amigo, mas não fique assim desanimado não,eu sei que esta tudo difícil, mas se a gente lutar um pouco mais poderemos alcançar a vitoria.  Veja bem, se você fizer um curso profissionalizante, vai conseguir um emprego melhor, vai ganhar mais e assim sua vida vai melhorar.  Pense nisso.

            - Tá bom Mara, eu vou ver o que poso fazer.  Gostei das suas idéias, vou fazer isso mesmo.

            Viu como a conversa mudou totalmente de rumo?  Você não deve criar conflitos, mas também não pode ficar neutro numa situação dessa.

 

3º - MOSTRAR A REALIDADE EM QUE A PESSOA ESTA VIVENDO

            “Jesus respondeu, e disse-lhe: Qualquer que beber desta água tornará a ter sede; Mas aquele que beber da água que eu lhe der nunca terá sede, porque a água que eu lhe der se fará nele uma fonte de água que salte para a vida eterna.”

Aqui ele mostra a mulher a real condição dela, na verdade ele não falava da água do poço, mas ela não entendeu o que ele queria dizer.  Esse é um truque muito importante quando você quer mostrar a alguém algo importante, mas precisa ganhar primeiro a atenção dele para aquele fato, como por exemplo, você vai dizer a um dependente químico que isso lhe faz mal, ele nem vai te ouvir porque ele esta cansado de ouvir isso.  Ele precisa de um incentivo maior.  Precisa em primeiro lugar acordar pra realidade em que vive, ou você acha que uma pessoa se envolve no mundo das drogas por um simples prazer?  Nada disso, existe uma serie de fatores que contribuem para isso, desde a maneira como foi tratado quando em gestação até os dias atuais.  Vamos imaginar uma pessoa que foi rejeitada ainda na fase de gestação, depois nasce num lar sem amor, sem união dos pais, quando vive com o pai, porque na maioria das vezes o casal é separado e a mãe, alem de ter que trabalhar para sustentar esse filho, não lhe dá muita atenção porque não queria aquela criança.  Daí acontece que essa criança que não tem atenção dentro de casa, vai buscar lá fora o que não encontrou dentro da sua família.  Por isso você não deve atirar pedras nessa pessoa porque ela já é uma excluída da sociedade e quanto mais pedras você jogar nela, mais ela vai se afastar de você e de todos.  Mas essa regra não se aplica somente ao dependente químico, se aplica a qualquer pessoa que passe por problemas e precisa de ajuda.  Vamos ver um exemplo:

            - Me fale como está sua vida Pedro.

            - Sabe, eu não conheço meu pai, minha mãe nunca teve um tempo para conversar comigo, na escola eu era um péssimo aluno.  Daí com 13 anos eu comecei a fumar maconha.

            Eu usei esse exemplo porque ele é muito comum hoje em dia, é comum você encontrar adolescentes nessa situação, mas como ajudar alguém numa situação dessa?  Como mostrar a ele a realidade em que ele vive?  Você dizer que a maconha faz mal, isso ele já sabe e não vai adiantar nada.

Para resgatar uma pessoa que está no fundo do poço, você tem que ir até onde ela está e entender a realidade dela, sentir o que é um fundo do poço, daí fica bem mais fácil você entender quem sofre.  Vamos ajudar o Pedro a sair do fundo do poço?  Veja bem a situação dele:

Não tem pai e a mãe não lhe dava muita atenção, como conseqüência disso, se tornou um mal aluno, e provavelmente não tem boa cultura e nem religião.  Suponhamos que você já sentiu que ele é uma pessoa de valor, já reconheceu suas qualidades e agora vai fazer com que ele acorde pra vida, então vamos fazer isso da seguinte maneira: vamos mostrar a ele que ele pode viver uma vida bem melhor que essa que ele vive.  Nesse caso, muitas vezes você vai precisar de gesto concreto, pois apenas palavras não vão resolver, ele tem que entender que você tem certo carinho por ele.  É muito importante você acompanhá-lo na igreja, num grupo de auto-ajuda ou numa clinica de recuperação, se for o caso.  Também você pode encaminhá-lo a um emprego, incentivá-lo a voltar a estudar, mas sempre ao lado dele nas horas mais difíceis, e não se esqueça de que ele ainda não saiu do chiqueiro, isso pode demorar um pouco, mas ele vai chegar na casa do pai (leia LUCAS 15, 1-32).  Seja qual for a situação, o importante  é você demonstrar carinho pela pessoa que quer ajudar e mostrar que ela pode viver uma vida melhor.

 

3º - DESMASCARAR A SITUAÇÃO

            Quando Jesus percebe que a mulher entendeu o que ele estava dizendo, ele faz com que ela mesma sinta a necessidade de mudança.  Ele diz a ela: vai, busca teu marido e venha que eu lhe darei da água que eu tenho.  A mulher responde: eu não tenho marido.

Veja que aqui ela sentiu na pele a dor da realidade, e Jesus aproveitando isso, já desmascarou a situação dela e lhe mostrou a necessidade de conversão.  Agora pense se ele tivesse tentado dizer isso a ela quando a viu, ela nem teria parado para ouvir, primeiro porque judeu e samaritano não conversavam um com o outro, e depois, porque um homem sozinho não conversava com uma mulher estranha.

Quando você quiser abordar alguém e lhe mostrar a necessidade de conversão, nunca tente desmascará-lo logo de cara, primeiro ganhe a atenção dele, depois mostre a ele que ele pode viver uma vida melhor, daí sim, faça ele entender que precisa de uma conversão.  Vamos ver um exemplo:

            Josias é um jovem que está em depressão por ter se separado da esposa e esta morando só.  Falando com ele já percebi que ele não tinha estrutura no casamento, não tinha um lar alicerçado e por isso a casa desabou.  O primeiro passo foi conquistar a atenção dele e depois mostrar a ele a situação em que ele se encontrava.  Quando lhe falei da verdadeira felicidade, ele tremeu na base, não sabia o que era ser feliz, foi ai que ele sentiu a necessidade de mudar de vida.  Até ali sua vida era pautada no materialismo, em bens materiais, nunca tinha pensado em um lar alicerçado no amor e na verdadeira felicidade, mas neste momento ele caiu na realidade e viu que tudo o que tinha vivido não tinha sentido, ele não era feliz.  Foi então que ele resolveu reconstruir seu lar com um alicerce novo, pautado na verdadeira felicidade e não em bens materiais.  Hoje sim, a felicidade reina no seu lar.

Imagine você se eu tivesse tentado lhe falar de tudo isso no começo, certamente não teria tido nenhum sucesso e esse lar estaria desfeito até hoje.  Isso é só um exemplo, este principio se aplica também em outras áreas, como religião, trabalho, etc.  Depois de sentir a necessidade de conversão, Jesus lhe mostra todos os passos para uma nova vida e ali surge uma nova criatura, uma mulher convertida, uma missionária.

 

VAMOS COLHER OS FRUTOS

            Depois de dar esses três passos, você já levou alguém a conversão, ou pelo menos você mostrou a essa pessoa que ela precisa se converter.  Se ela não se converter, pelo menos você fez a sua parte e pode ficar de consciência tranqüila por ter cumprido sua missão.  Veja que depois de tudo, a mulher deixa o balde e vai anunciar aos seus vizinhos que encontrou a salvação e chama todos para ver Jesus.  Esse é uma atitude de quem encontra Jesus, DEIXA O BALDE, que significa deixar de lado o passado, o mal, tudo o que lhe causava desgosto.  Agora é vida nova, tudo novo.

            Espero ter contribuído nesta questão tão complicada que é lidar com o ser humano.  Não é fácil entender as pessoas, cada caso é um caso e cada cabeça uma sentença, mas se precisar de mais, pode nos procurar.  Estaremos sempre a disposição para tirar qualquer duvida, basta enviar um email para:

 comunidadeamigosparasempre@hotmail.com                                      

 

VAMOS REFLETIR:

 

01 – Reescreva essa conversa corrigindo o erro:

- Bom dia meu irmão!

- Bom nada.  Péssimo dia, amanheci de pé esquerdo hoje.  Falando nisso você viu o que aprontou ontem?  Acabou com a minha vida, você é um louco mesmo, não ta vendo que não podia ter falado daquele jeito, seu panaca.

- Olha aqui cara, eu não quero nem saber.  Dane-se você.  Isso é problema seu.

- Então some daqui que você ganha mais.

 

02 – Diante de uma ação, sempre há uma reação.  Beatriz chegou atrasada no trabalho, de que forma você a repreenderia sem causar dano moral?  Tente criar uma conversa entre o patrão e a empregada.

 

03 – Leia essa conversa e descreva quais foram as falhas:

- Janaina, hoje eu vou sair do trabalho e vou passar pela cidade.  Só vou chegar em casa depois das dez da noite, você fica ai acordada até eu chegar pra gente jantar juntos.

- Engraçadinho, você vai pra cidade, me deixa sozinha em casa e ainda quer que eu fique acordada até você chegar.  Vai caçar o caminhão de onde você caiu.  Eu vou dormir e você que se dane.

- Tá bom, eu sei muito bem me virar, não sou aleijado.  Você é uma preguiçosa mesmo.

 

04 -  Como você reagiria num caso como este?

- Mas você hem, nem sabe lavar uma roupa.  Olha que camisa mal lavada, mal passada, que isso, quanta coisa mal feita.  Vê se aprende a fazer as coisas direito.

 

05 – Seu amigo está numa situação difícil, não quer pegar o emprego que aparece, está sem trabalhar e passando necessidades.  Como você mostraria a ele que ele está errado sem o ofender?