Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Translate to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese
Ultimas Atualizações
PROCURANDO UM AMIGO?  (07-08-2018)
SUPERANDO LIMITES  (07-08-2018)
VIVER  (07-08-2018)
RAIO DE LUZ  (07-08-2018)
EU, O NATAL E A BÍBLIA  (07-08-2018)
ADORAÇÃO E LOUVOR  (07-08-2018)
SERVO DO SENHOR  (07-08-2018)
MINHA META
Qual sua meta para 2.018?
Arrumar um emprego
Voltar a estudar
Passar no vestibular
Comprar uma casa
Ser pvomovido na empresa
Realizar um sonho
Nâo tenho meta ainda
Ver Resultados

Rating: 2.8/5 (1935 votos)

ONLINE
1
Partilhe esta Página



 

 

 

 s

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


AMIGOS DE FÉ
AMIGOS DE FÉ

Lição: Os amigos de fé
Princípio: Jesus pode perdoar qualquer pecado e sarar todas as enfermidades, basta ter fé.
Base bíblica: História baseada em Lucas 5:17-26
Quebra-gelo: Corrida de balão 
Material necessário: balões ou duas bolas. Dividir a célula em dois e cada grupo deve 
escolher um dupla. A brincadeira consiste em correr um trajeto determinado pelo líder ida 
e volta em duplas com um balão na testa. As duplas não poderão segurar o balão com as 
mãos, somente com a testa e quando chegam na línea entregam o balão ou a bola pra 
próxima dupla. Vence o grupo cujas duplas tenham feito o trajeto mais rápido. 
Líder introduza o estudo dizendo: é possível levar o balão até o outro lado sozinhos sem 
segura-lo com as mãos? Com certeza não, precisamos do nosso amiguinho pra nos ajudar. 
Hoje aprenderemos a lição que esta no livro de Luca 5 de um homem que precisou dos 
seus amigos para que um milagre acontecesse na sua vida.  
OS AMIGOS DE FÉ
ALGO ESTRANHO estava acontecendo lá no telhado. As pessoas lá embaixo ouviram 
passos e uma certa agitação. Olharam para o teto. Podiam ouvir vozes masculinas, que 
falavam todas ao mesmo tempo.Tantas pessoas se apertavam naquela sala, que a entrada 
e a visão das pessoas que estavam do lado de fora havia sido bloqueada. Mas ninguém 
estava se importando de estar naquela aglomeração, pois haviam vindo para ouvir a Jesus. 
Ele estava no centro da sala, Suas palavras apagavam-se à medida que Ele também 
voltava Seu olhar para cima, com os olhos brilhando de interesse.
De repente a luz do dia irrompeu pela sala através de um grande buraco lá em cima. O 
rosto barbudo de um homem os espiou lá em baixo, e então desapareceu.“O que é que 
está havendo?” Pedro falava aos berros
Nesse exato momento, outra grande viga do telhado é retirada. Jesus sorria. “Paciência, 
Pedro! Paciência,” murmurou.
Pedro franze as sobrancelhas, seu rosto fica cada vez mais vermelho num esforço de 
manter-se calado à medida que vê ainda outra viga de seu telhado ser retirada.
Agora quatro rostos barbudos olham lá de cima pelo buraco no telhado. Sem conseguir 
manter-se calado por nem mais um segundo, Pedro berra na direção deles, “O que vocês 
pensam que estão fazendo? Esse buraco é grande bastante para um homem cair por ele!”
“A gente sabe,” disseram eles, forçando um sorriso. E antes que alguém pudesse sequer 
piscar, lá desce um homem deitado numa maca, segurada por uma corda em cada ponta.
Boquiabertos de espanto, todos entenderam imediatamente o que estava acontecendo. O 
pobre homem era paralítico. Suas pernas pareciam duas varetas cruzadas, finas e sem 
vida. E o restante de seu corpo não mostrava estar muito mais saudável. Pedro olhou 
enfurecido para o homem e então para o buraco no telhado.
Todos observavam para ver o que Jesus faria.
Jesus olhou com ternura para o paralítico à Sua frente. Ele sabia que há anos aquele 
homem havia vivido uma vida de pecado. Mas os anos de doença lhe haviam dado 
oportunidade de refletir. Agora ele estava arrependido de seus pecados e 
desesperadamente ansioso pelo perdão e cura do seu corpo doente.
Jesus sorriu para o homem sobre a maca e com palavras brandas cheias de amor, Jesus 
disse, “Amigo, seus pecados estão perdoados!”
Os corações dos Fariseus presentes saltavam chocados e indignados. Blasfêmia! Somente 
Deus pode perdoar pecados. Como ousa este homem, este carpinteiro de Nazaré, dizer 
para alguém que seus pecados estão perdoados? Como se isso fosse simples de fazer!Jesus desvia seu olhar do homem, que agora sorri, para os líderes religiosos. “Por que 
vocês pensam assim?” Perguntou, e os homens, cheios de auto-suficiência sentiram um 
calafrio de medo percorrendo suas espinhas.
Como é que ele sabe em que estamos pensando? Questionavam.
Mas Jesus não lhes deu tempo para responder o que lhes perguntara.
“O que é mais fácil,” perguntou, “dizer 'Seus pecados estão perdoados,' ou 'Levante-se e 
ande'? Mas para que vocês saibam que o Filho do homem tem autoridade na Terra para 
perdoar pecados” – Ele interrompe Suas palavras e volta-se para o homem paralítico. “Eu
 lhe digo, levante-se, pegue a sua maca, e vá para casa.”
O homem doente não deixou sequer uma sombra de dúvida lhe penetrar a mente. Seus 
pecados estavam perdoados, e ele estava curado. Tinha certeza disso! Lançando-se 
sobre os pés, ele se levantou, e ficou em pé sobre suas pernas eretas e fortalecidas. Seu 
rosto corava de saúde, e seus olhos brilhavam de alegria e vida.
Os Fariseus e Escribas sentaram-se boquiabertos, fervendo em sua fúria silenciosa. Eles
 não tinham resposta para a pergunta de Jesus. Eles não podiam perdoar pecados. E eles 
não podiam, muito menos, curar ninguém.
O homem que Jesus havia curado estava feliz com o perdão de Deus. Com um sorriso 
irradiante ele louvou a Deus e saiu falando empolgado a todas as pessoas, enquanto 
passava por elas à porta. Então, obedecendo à ordem de Jesus, ele foi para casa. Desta 
vez, porém, ninguém o levava – ele mesmo ia, a pé!
Seus quatro amigos espiavam pelo buraco do telhado, e Jesus lhes deu um caloroso 
sorriso. Eram bons amigos, e haviam confiado totalmente nEle.
Hora de conversar: 
•Perguntas:
•Como foi que o paralítico chegou até Jesus? (através do telhado, numa maca)
•Por que ele não entrou pela porta? (Não havia espaço próximo à porta)
•Por que o homem queria ir até Jesus? (Para ser curado)
•De que o homem precisava curar-se? (De sua paralisia e do pecado)
•O que Jesus disse ao homem? (Seus pecados estão perdoados)
Por que algumas pessoas ficaram chocadas pelo fato de Jesus oferecer perdão? 
•(Somente Deus poderia perdoar pecados; eles não criam que Jesus fosse o Filho de Deus)
Por que Jesus primeiro perdoou os pecados e depois curou? (Porque eles poderiam ver 
os resultados da cura; se Ele podia fazer isso, as pessoas saberiam que ele também tinha 
•o poder para perdoar.)
•O que Jesus disse para o homem fazer? (Levante-se, tome a sua cama e ande.)
•O que foi que o homem fez? (Tomou a cama e saiu andando.)
Quem ficou feliz com o que viu naquele dia? (Jesus, o homem, os homens que o haviam
• levado,os discípulos, grande parte das pessoas, Deus)
•Quem não ficou feliz com o que acontecera naquele dia? (os líderes orgulhosos do povo)
O que devemos fazer quando conhecemos alguém doente? 
Líder ensine as crianças a orar pelas pessoas doentes ou por elas mesmas quando 
ficarem doentes. 
Pergunte se conhecem alguém doente e peça que passem representando essas pessoas
 e ore pela cura impondo mãos.Atividades:
1) Levados no Cobertor
Preparativos: estender o cobertor sobre o chão, escolhendo um voluntário para deitar-se 
no meio dele. O restante do grupo se reúne em volta do cobertor, segurando com firmeza
 suas pontas. O grupo tenta carregar o voluntário o mais longe possível.
Encerrando: Reúna as crianças num círculo à sua volta.
Diga: Como você se sentiu ao ser carregado pelos amigos? (com medo de ser derrubado,
 assustado) Foi difícil carregar o colega? (não) Por que não? Porque outros colegas 
ajudaram) Que bom que o homem paralítico tinha tantos amigos, amigos bons que o
 levaram até Jesus. Nós também podemos levar amigos até Jesus. Não num cobertor, 
mas contando-lhes que Jesus os ama. Ou então convidando-os para virem à célula. 
Convide um amigo pra vir na célula próxima.